Escolha do tema

O tema escolhido para esta Mostra é a relação do cinema com a gastronomia. De um modo geral, os filmes escolhidos tratam a comida como principal ingrediente da história e, em sua maioria, a cozinha, os pratos e o ato de comer, se tornam as cerejas do bolo.

Bem como deve ser observado em Chef, Toast: a história de uma criança com fome e Estômago, as personagens principais são levadas a uma transformação no modo de pensar e intereagir no mundo após uma intervenção gastronômica em suas vidas.

Já em filmes como Ratatouille e Como água para chocolate, a preparação da comida e da alimentação de um modo geral dão um não sentido a vida daqueles indivíduos, mesmo que o conhecimento dos alimentos já estejam na vida de seus familiares há décadas, como pode ser observado também em Tomates Verdes Fritos.

Já para quem assiste As férias da minha vida pode compreender que os alimentos podem ser o agente transformador da linha tênue entre a vida e a morte com um fim previsível.

Para tal, escolhemos a estrutura do Museu da Imagem e do Som (MIS) para sediar esta mostra que acontecerá entre os dias 20 (segunda-feira) e 27 (domingo) de junho. Para tornar mais acessível e inclusiva, a organização optou por abrir a exibição dos filmes, de segunda a sexta, às 20h. Enquanto de sábado, serão duas obras, às 17h e às 20h30, e no domingo às 15h e às 18h30. Sempre abrindo uma roda de discussão sobre o filme e como o assunto principal foi abordado com um convidado.